Confuso


Tudo ultimamente é tão confuso,
Não sei se é a correria do dia,
Se o meu coração morreu,
Ou se a inspiração me abandonou,
Mas eu não sei mais o que ele quer me dizer.
 
Quem é ele?
Todos os meus textos sempre foram baseados,
Na minha vida, nas pessoas que conheci,
Nas histórias que desenvolvi,
Porém hoje não sei o que meu coração quer dizer.
 
Já escrevi textos inspirados em garotas,
Só que eu não quero uma musa,
Na verdade eu sempre quis,
Uma guria que eu possa namorar,
E com ela viver, não sobre ela escrever.
 
Hoje meus dias são muito mais claros,
A escuridão se foi e me deixou perdido,
No meio dessa grande multidão,
O meu coração então se calou,
Foi na luz que tudo desabou.
 
Isso é uma grande tragédia,
E hoje sim eu não quero mais viver,
A escuridão não machucava sabia,
Percebi que ela me protegia desse brilho,
Um brilho que me deixou confuso,
Sem poder entender o que meu coração, não quer mais dizer
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: